rss
email
twitter
facebook

quinta-feira, 25 de março de 2010

Música secular, novela e filme: Pecado?


Recebo continuamente e-mails questionando-me:

É pecado ouvir músicas seculares e assistir novelas e filmes?

decidi então escrever esta mensagem, na qual procuro responder esta questão à luz da palavra de Deus e aqueles que forem sensíveis ao Espírito Santo, certamente encontrará a resposta para esta pergunta.

Vivemos no tempo da graça, dias nos quais o Espírito de Deus está sobre a igreja, edificando as vidas e concedendo-lhes discernimento para agirem em conformidade com a vontade de Deus em todos os aspectos. A vida santa e pura (“...santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”. Hb 12.14) nos habilita a desfrutarmos de intimidade com Senhor e na renovação de nossa mente, comungando as mesmas idéias e princípios. É o campo preparado para o agir do Espírito Santo que nos faz sentir a conveniência ou não de algumas ações.

É evidente que não encontraremos na Bíblia um versículo que aborde o tema, até mesmo, pela inexistência de tais situações. Paulo escrevendo aos irmãos de Corinto, disse: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas”. (1Co 6.12) Aqui está a sabedoria do servo, ao deixar o Espírito Santo falar ao coração. A nossa escolha é pela licitude das obras, boas obras “mantendo exemplar o vosso procedimento no meio dos gentios, para que, naquilo que falam contra vós outros como de malfeitores, observando-vos em vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação”. . (1Pe 2:12)

Façamos uma reflexão:

Ouvir música secular edifica a vida? Muito pouco provável! Na verdade, as letras de tais músicas geralmente exploram temas como: erotismo, sexualidade, ilusões, espiritualidade, mentira, etc. mensagens que destoam dos princípios de Deus. Muitos artistas, falam abertamente de pactos celebrados com entidades, visando o sucesso. O servo de Deus não pode compactuar-se de forma alguma com o mundo. Há também a questão do testemunho. Será lícita esta prática? Jesus teria prazer em nelas?

Assistir Filmes e Novelas edifica a vida? As novelas exibidas em nossos dias são verdadeiros canais disseminadores de toda sorte de práticas contrária à Palavra de Deus. Uma escola que atenta diretamente contra a moral e os bons costumes. A Tônica é: sexo, adultério, fornicação, traição, mentira, inimizade, falsidade, espiritualidade, violência, etc. É lícito o servo de Deus ocupar diariamente a sua mente com tanta imundícia? Jesus seria um assíduo telespectador de novelas? Quanto aos filmes, é preciso ter o bom senso de assistir apenas aquilo que não traga dano à nossa comunhão com o Senhor. É comum nas telas, o errado tornar-se certo e o certo em errado, por exemplo, inúmeros filmes trazem personagens declaradamente maus, bandidos, assassinos, etc. que arrebatam a aprovação e até mesmo, o desejo de vê-los se dar bem. É o compactuar com as obras das trevas. É licito tal diversão? Jesus ocuparia o seu tempo assistindo filmes abertamente contrários aos princípios de Deus?

Irmãos é preciso aprender a analisar e avaliar tudo que tem acesso à vida e que enche a mente, seja através dos olhos e ou dos ouvidos. Se a tua mente está cheia de letras de música mundanas e cenas de novelas e filmes a tendência lógica é a pratica de tais ensinamentos. O Senhor Jesus nos alertou quanto a isto, veja: “Porque a boca fala do que está cheio o coração”. (Mt 12.34). É preciso humildade e santidade para reconhecer esta verdade e guerrear contra a carne, sujeitando-a totalmente a Deus. O viver precisa ser um testemunho vivo da glória de Deus. “Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus”. (Mt 5:16)

A vida do homem, não pertence a Ele mesmo, sim a Deus, que o santifica e o transforma em morada do Espírito Santo (“Será que vocês não sabem que o corpo de vocês é o templo do Espírito Santo, que vive em vocês e lhes foi dado por Deus? Vocês não pertencem a vocês mesmos, mas a Deus”. 1Co 6.19); É lícito encher esta morada santa com as coisas impuras deste mundo? Deus chamou o homem e o separou para toda boa obra, para que nas suas ações Ele seja glorificado.

O que deve ocupar a mente do servo?

“Irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso praticai; e o Deus da paz será convosco”. (Fp 4.8,9) O homem segundo o coração de Deus observa os Seus princípios e sempre está com a porta da vida fechada para o diabo e suas más obras, que habilmente, entra pelos lares.

Afinal é pecado ouvir música secular, novelas e filmes? Após a leitura desta mensagem, tenho plena convicção que o Espírito Santo falou a teu coração e você sabe qual a resposta.

“Ao Rei eterno, imortal e invisível, o único Deus—a ele sejam dadas a honra e a glória, para todo o sempre! Amém!” (1Tm 1.17)

Elias R. de Oliveira

Fonte: Vivos.com

2 comentários:

Pr. Fabio L. Volpini disse...

A paz do Senhor, creio que não é nem um pouco aconselhavel e edificante, como nova criatura devemos ter a mente de Cristo, ou seja uma mente pura, Jesus em momento algum se contaminava com coisas que não eram santas, muito pelo ao contrário, Ele se contaminava somente com as coisas de Deus, porque seu prazer era agradar aquele que o enviou (Deus), nós devemos agir da mesma maneira agradando à Deus, nos santificando sempre, pois sem a santificação ninguém verá à Deus.

Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra...
Col 3:2

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
Rm 12:2

Quero te convidar a participar de meu bloger, sua visita e participação sera um prazer.

http://fontedevida-meubloggerpessoal.blogspot.com/

Deus abençõe sua vida, ja estou te seguindo.

Julien Ross disse...

OLha, adoro seu blog, mas discordo da tua opinião. Creio que cada obra de arte segue uma proposta, e não interfere no caráter de ninguém apreciar tais obras. Um filme de ação é apenas entretenimento, e realmente Deus não está preocupado se nós assistimos ou não, ele se preocupa com coisas muito mais sutis, como por exemplo, amar ao próximo, coisa que ninguém faz. Acredito que o ser humano apenas se afasta do que tem realmente que fazer e maquia esse comportamento criando regras fundamentadas em uma lei totalmente influenciada por uma nação específica num tempo específico. Um pouco de interpretação atual cairia bem nesse tema.

Postar um comentário